Só para ti

Dou-lhe uma rosa
e um beijo.
É maravilhosa,
meu desejo.
Perto dela,
sinto alento,
é a mais bela,
no meu pensamento.
Mar de sonho,
onde navego,
Rosto risonho,
a ela me entrego.
Minha flor,
doce e perfumada,
tesouro de amor,
minha amada.
Razão do meu viver,
na paz e confiante.
Por ti minha mulher,
Para ti minha amante.

Minha razão

Não quero nunca experimentar,
a dor de te perder.
Seria antecipar um final.
Seria parar de viver.
És o motivo, a razão,
que me faz respirar.
És o bater deste coração,
Que não pára de te amar.

Desejo (in) contido

É um gesto,um olhar,
uma palavra, um beijo.
É saber esperar,
Dominar o desejo,
guardá-lo contido.
Não dar a perceber,
que o fogo sentido,
não pára de arder
e a cada momento,
por mais pequeno,
cresce o alento,
pelo prazer obsceno,
da carne, da loucura.
Fome por saciar,
sede de água pura,
arfar e sufocar,
o corpo a tremer,
não de frio, mas calor
do sangue a ferver,
visão turva, um torpor,
não nas pernas ou braços,
mas do cérebro,
por falta de abraços.
Aqui eu celebro,
o agarrar excitado;
corpos ardendo,
prazer desenfreado,
bocas secas gemendo,
num sexo molhado,
há tanto desejado.

E o resto... que se lixe

Quero amar e ser amado,
possuir e ser possuído,
acordar contigo ao lado,
sem quase ter dormido.
Quero os sonhos realizar,
viver intensamente,
todos os dias mostrar,
que te amo plenamente.
O nosso amor não cansa,
É vivido a cada hora,
Pelos tempos ele avança,
Logo, mais forte que agora.
Nosso amor nao é coisa rara,
Não se alimenta de fetiche,
Olhos nos olhos sem máscara,
e o resto... que se lixe.

Se hoje sou feliz...

...E se hoje sou feliz,
é porque aprendi a viver!
Não importa o que quis,
Ou que um dia sonhei ter.
Vivo só com o que tenho,
aproveito cada instante,
dou valor ao que obtenho
e sinto que é bastante.
Não ambiciones demais,
nas coisas ou no amor,
estima o que já tens,
não esqueças o seu valor.
Não se faz o muito sem o pouco,
São unidades, que fazem milhões,
Que pensa o contrário é louco,
Vive no meio de preocupações.

Corpo e alma

Linda, como sempre,
entras calma.
Teus olhos brilham...
sente-se neles o desejo,
que te invade corpo e alma.
Vens para mim devagar.
Nossa pele se toca,
trocamos caricias e
nossos lábios um beijo,
como se fosse o primeiro.
São gestos e sons,
são sabores e tons.
São momentos únicos,
que nos fazem sentir
que vale a pena.
O tempo passa,
o sentimento dura
o amor, cada dia mais.
Vem sonhar no meu regaço,
Sente a vida e vive
intensamente cada pedaço.

Coragem para amar.

Não quero saber de desgraça,
nem em guerras, nem de lutos.
Quero viver algum tempo,
sem saber o que se passa,
nem que seja por minutos,
...ter paz por um momento.

Quero acreditar que o amor,
ainda existe hoje em dia,
no coraçao de alguns homens.
Que não é ilusão de sonhador,
que não é apenas utopia,
Que só existe em miragens.

Preciso e quero acreditar,
Que nem tudo é aldrabice
ou então sonho ou miragem.
Há gente capaz de amar,
Que nao vive na intrujice,
Que ama e se dá com coragem.

O amor é uma coisa

O amor é uma coisa
que tantas vezes se perde,
outras tantas...
nem se chega a encontrar.

O amor não tem nome,
nem o seu tamanho se mede...
não se sabe quando vem,
vê-lo ir, é duro de suportar.

O amor é tudo,
ou pode nem ser nada...
ser uma forma de vida,
ou pode até mesmo matar.

O amor deve ser,
sempre forte como o aço...
não apenas um pedaço,
doce como mel,
macio como algodão,
e vivido com paixão.

Ver teus olhos

Dei-te uma rosa vermelha,
Gostaste do perfume dela.
Eu só queria ver teus olhos,
Bem mais lindos do que ela.

Quem me dera não passar,
nenhum dia sem os ver.
De manhã ao nascer do Sol,
no crepusculo ao anoitecer.

Trago-os na minha lembrança,
quando nao os posso olhar,
No peito sempre a esperança,
de para perto deles voltar.

É com este pensamento,
Que longe de ti eu vou ter.
Espero que por pouco tempo,
Esteja privado de os ver.

Palavras que há em mim

Escrevo este poema de verdade,
Expurgo nele aquilo que sinto.
Um amor que há tanto me invade,
Que no tempo nunca será extinto.

Dentro do mais intimo do meu ser,
arde um fogo que não quero apagar,
há saudade, se nao te posso ter,
e ansiedade até poder te abraçar.

Tu foste, és e serás o meu sonho,
aquela que quero amar até ao fim,
Musa eterna dos versos que componho,
Destino das palavras que há em mim.

Aqui no escuro...

Gosto de ficar de luz apagada,
Sozinho no escuro a pensar:
Na tua pele macia e perfumada,
No doce encanto do teu olhar.

Por vezes até sem dar conta,
Livre, leva-me a imaginação.
É então que o sonho desponta,
Até aos limites da ilusão.

Assim eu escondo o desejo,
De querer-te a cada instante,
Como se o fim, fosse agora.

Assim imagino mais um beijo,
Uma noite de amor escaldante,
Sem que tenhas de ir embora.

Estás comigo

Está frio pela manhã!
É ainda luz-fusco
e já me despeço de ti.
É sempre demais...
o tempo da separação;
A despedida...
sempre indesejada.
Nada compensa,
estar longe de ti:
a falta sentida,
o pedaço arrancado,
a parte ausente.
Estar longe...
a distância entre nós,
é coisa que não se mede.
Nada pode medir,
a dor dos corações,
o ar que não chega..
e nunca enche os pulmões.
Só o sentimento,
a imaginação e o querer,
conseguem ultrapassar,
a distãncia inemesurável
que nos separa.
Só o amor,
apaga a dor,
para mim te tráz...
não importa onde estás.

Não há amor impossível

Não é a presença que faz o amor.
Não é preciso estar, para amar.
Ama-se ainda mais na ausência,
Quando não se tem quem abraçar.

O amor reside no coração
e dói mais quando vai embora.
Sempre fica a chama acesa,
O desejo de ter aqui e agora.

Não há amor impossível,
apenas não pode ser vivido.
Porque dentro do coraçao,
pode viver um amor sentido.

Amar, é ter presente,
Em qualquer ocasião,
aquele que estando ausente,
Não nos sai do coração.

Minha Poesia

...Procura-me...
nem sempre estou.
Tantas vezes te espero,
tantas que nao te ouço.
Passeia no silêncio...
tráz-me de volta a mim.
Sabes que não te procuro...
Que sinto a tua falta,
mas não vou atrás de ti.
Sei que não tens hora,
por vezes nem razão,
não tens compromisso,
mas sempre vens.
...Procura-me...
Não importa o momento.
De dia ou ao luar,
vem ao meu encontro.
Eu sem ti...
nao posso respirar,
sinto-me sufocado.
Não desistas...
tu és um pedaço de mim.
Se partires...
leva-me contigo,
não me deixes amputado.

Hoje já não corro...

Hoje já não corro...
por quase nada.
Quando corria...
as coisas fugiam...
ficavam para trás de mim.
Quando corria...
as flores não abriam,
os rios mão corriam,
o Sol nem brilhava,
só o vento soprava e
as crianças não cresciam.
Tudo parecia estagnado.
Depois parei de correr...
o tempo passava...
era tarde quando eu percebi.
Olhei para trás,
as coisas tinham passado,
e eu não...
Não tinha... passado;
para trás havia... nada.
Campos áridos e desertos;
vales mortos e secos;
nuvens escuras e
as crianças...
já tinham crescido...
foi quando eu entendi.
Hoje vivo as coisas...
tenho-te sempre comigo.
De mãos dadas,
é bom ficar parado,
viver e esperar...
parar e correr;
mas sempre contigo.
Hoje já não corro...
por quase nada.

Surpresa...

Surpresa...
momento mágico,
levado pela mão.
Que bom...
Não resistir,
A essa intenção.

Como lava,
Sangue quente,
Nas veias... desenfreado.
Sem limites,
Tabus ou censuras,
Desejo apaixonado.

Libido em fogo,
Prazer e gozo,
estrelas de mil cores.
São momentos,
Paixão e extase,
Exorcão de amores.

Dias de chuva

Não é concerteza uns dias de chuva,
que me vão deixar de mau humor.
Para mim, todos os dias são de Sol,
Se ao acordar, vir teus olhos meu amor.

Depois é só esperar que o tempo passe,
pouco importa se com frio ou ventania,
Só quero que as horas passem depressa
Para voltar para junto ti, ao fim do dia.

Em nossa casa é sempre Primavera,
Há alegria, flores e passarinhos,
Chilreiam felizes á nossa volta,
até á hora de deitar nos ninhos (:-))

Finalmente, chega o nosso serão,
momentos deliciosos como poucos.
Quando desligamos a televisão,
e nos amamos como loucos.

Gosto que eu gosto

Nos meus olhos o Sol brilha
com uma áurea de luz intensa.
Vislumbro-te, doce maravilha,
como estrela de beleza imensa.

Minha lingua ávida, quero passar,
no gosto agri-doce da tua pele.
Flores campestres quero cheirar,
provar do teu corpo sabor de mel.

Ficar na minha boca o teu sabor,
qual fonte inesgotável de paixão,
qual lembrança, na alma gravada.

Do sonho... a uma vida apaixonada.
Corpo, desejo, sentido no coração,
História viva... vivida de um amor.

Para quê...

Para quê... pensar nas coisas,
Se de nós elas não querem saber.
Para quê... querer voar alto,
sem haver uma razão de ser.
Para quê... querer o mundo,
Se de nós ele não quer saber.
Para quê... querer pessoas,
Que passam, sem te conhecer.
As coisas que quero ter,
estão aqui perto de mim.
Existem, por eu as querer
e todas elas tem um fim.
São coisas simples, como eu,
mas deveras importantes.
Não se guardam para a vida,
Aproveitam-se por instantes.
E todos esses momentos,
Que vivo e sinto com prazer,
os devo á familia e aos amigos,
Que os oferecem para eu viver.

Era o meu coração...

Durante anos,
guardei no coração,
um recanto, um pedaço.
Não sei porquê, mas sentia,
que alguém o iria ocupar um dia.

Depois conheci-te,
e nem sei porque razão,
senti que era teu aquele espaço.
Que serias sómente tu quem o ocuparia,
eras afinal aquela, que sempre lá guardaria.

Foi um instante,
não sei se de sorte...
talvez fosse o destino,
mas foi sem dúvida um corte,
de uma vida, até aí de desatino.

Os anos passaram,
Ficou pequeno aquele espaço,
que um dia descobri que era teu.
Mas hoje não tens sómente um pedaço,
tens todo este coraçao, que antes era meu.

Não importam as palavras...

Não importa o que as palavras dizem,
se são bonitas e alinhadas,
bem ou mal escolhidas,
ou até despropositadas.

As palavras são isso mesmo,
foram feitas para serem usadas.
Por vezes de forma simples,
mas muitas mais em charadas.

Não queiras saber por palavras,
aquilo que um coraçao sente.
Quer estejam escritas num papel,
ou saídas da boca, que tanto mente.

Não precisas nunca de falar,
por palavras, o que te vai no coraçao,
deixa-me apenas poder olhar,
esses teu olhos doces de paixão.

Um sonho

Descias um monte,
entre cheiros e cores,
dançavas para mim,
cada vez mais perto.
Entre nós uma ponte,
de ramos e flores,
de papoilas e jasmim,
era o seu chão coberto.

Os meus braços estendi,
esperei pelo teu abraço,
matar saudade de sentir,
o doce sabor do teu beijo.
Fiquei abraçado a ti,
deitei-te no meu regaço,
pelo corpo sentimos subir,
o sangue quente do desejo.

Deitados abraçados no chão,
apaixonados fizemos amor
sobre um tapete de flores,
sob um céu azul de mar.
Foi o sonho de uma paixão,
que se vive com fervor,
mudem os cheiros ou as cores
importa é continuar a amar.

Momento sublime

Não há palavra ou rima ardente,
Que exprima o sublime momento,
Em que o corpo vence a mente.
E junta desejo ao sentimento,
Em dois seres apaixonados.
Sabores, cheiros suados,
pelos seus corpos exalados,
Entre eles são trocados.

E num instante unico de prazer,
Entregues um ao outro sem pudor,
Um divino orgasmo faz viver,
A paixão de uma vida de amor.

Teu brilho...

Sózinho enquanto não vens,
passeio a saudade no jardim.
Procuro-te entre as nuvens,
Sinto a falta, de parte de mim.

Mas não me vale de nada,
ficar sem ti, a olhar o céu.
Até mesmo em noite estrelada,
tudo é escuro como breu.

Lembro o brilho dos olhos teus,
enquanto não chegas, minha amada.
Com tua luz que inunda os céus,
E deixa minh'alma iluminada.

Retiro de ti...

Retiro de ti as palavras,
que são para mim alimento.
Retiro de ti o amor,
que do meu coração é sustento.
Retiro de ti a prole,
Que meu nome fará perdurar.
Retiro de ti o sonho,
Que me dá força para lutar.
Retiro de ti a esperança,
Que me faz sempre acreditar.
Retiro de ti o olhar...
E olho este mundo que assisto.
Retiro de ti o que sou,
Para além deste corpo que visto.
Retiro de ti a vida,
Que vivo a cada dia.
Retiro de ti a paixão,
Que me dá esta alegria.
Retiro de ti a felicidade,
Que contigo eu sinto como minha.

Fado alegre

Não é precisa razão nenhuma,
real e nem mesmo aparente,
num ápice uma vida se esfuma,
assim num qualquer repente.

Não adianta pensar do avesso,
não és dono da tua existência.
Não podes inverter o processo,
Nem com recurso á experiência.

Aproveita todo o teu tempo.
Ama e faz por ser amado,
Se houver um contratempo,
Não desistas, passa ao lado.

Uma vida passa depressa,
E nunca o fim te é anunciado.
Vive com amor e sem pressa,
Faz da vida um alegre fado.

Hoje sinto-me assim...

São cinzentos,
Os dias sem Sol.
Olho em redor,
Tudo mais triste.
Uma tristeza seca,
Sem lágrimas de dor!
E nem os pássaros,
Eu ouço cantar...
Chilreios de amor.
Sinto a melancolia,
como uma saudade,
A tomar conta de mim.
Sinto falta,
Nem sei bem do quê...
Faltas-me tu...
Mas falta de ti,
Eu sinto sempre.
É uma sensação,
das outras diferente.
Um vazio interior,
Um tunel sem fim.
Uma estrela cadente...
Sem um rasto de cor.
Uma falta de chão,
Um velho jardim,
Sem uma única flor.
Hoje sinto-me assim!
Neste dia cinzento...
Triste e sem Sol.

Aqui é onde...

Aqui é onde...
deposito as palavras,
repouso sentimentos.
Onde congelo desejos,
e gravo memórias.

Aqui é onde...
lanço olhares e beijos,
onde conto estórias,
de vida e romance,
doces, amargas, reais.

Aqui é onde...
as palavras vivem,
tem cheiros, tem sabor,
têm sonhos e ideais.
Tem amor e felicidade.
E até escondem a dor
e enganam a saudade.

Procuro no teu corpo

Procuro no teu corpo,
palavras para meus versos.
Demoro-me em cada pedaço,
da tua pele, tão doce,
o tempo necessário,
a encontrar cada letra,
cada sílaba, cada rima.

Procuro no teu corpo,
o calor e aragem fresca,
que se solta de um poema.
Páro demoradamente,
a escutar o teu coração,
copio (mal) o compasso e ritmo,
para a musica destes versos.

Encontro no teu corpo...
nos lisos cabelos castanhos,
nos olhos e nos teus lábios,
que nao me canso de beijar,
palavras, versos e poesias,
que não consigo calar,
apenas e só por te amar.

Momento de amar

Como é bom sonhar acordado,
Sentir no momento a emoção.
De ter-te ali ao meu lado,
Minha doce e amada paixão.

Mas o amor tem outros lados,
Vai muito além do coração.
E nos corpos apaixonados,
Nasce desejo e excitação.

Um toque, um suave movimento,
Um leve beijo ao acordar.
E assim se cria um momento,
Para uma outra forma de amar.

Não sei...

Já não sei,
Se a luz tão forte,
que vejo no teu olhar,
é o Sol, no céu a brilhar,
ou...
se é brilho, dos teus olhos...
que ilumina o meu coraçao,
e lhe dá esta força imensa,
a vontade enorme de te amar.

Jogo dos sentidos

Soltas os gestos, os sentimentos,
Desces sobre mim em enxorrada.
Mudas as maneiras... o teu jeito,
Inundas-me o corpo e os sentidos
provocas, provocas-me o fogo.
Não são rasgos ou momentos,
desejos de vontade refreada.
São corpos a arder neste leito,
de luxúria e prazer possuídos,
pelos cheiros e sabores deste jogo.

Sonhador

Calhou-me em sina ser um sonhador!
Não importa a verdade ou se minto.
Importam as palavras, a quem lê,
de nada interessa o que eu sinto.

Tem dias em que elas me fogem!
Outros, em que repousam em mim.
Dias em que elas pairam em meu redor,
Como tornado, rodopiando sem fim.

Não preciso de deuses, nem demónios!
Rezas, bruxarias ou feiticeiros.

Preciso do sentimento e do sonho,
Da amada musa do meu cancioneiro,
Que inspira os versos que componho.

Será que é minha aquela dor,
Estampada nalguns versos que fiz?
Como posso sofrer de amor,
Se eu jamais fui tão feliz?

Meu amor...

Amor...
Hoje dei por mim a recordar,
...Tanto tempo depois...
Que foi tanto o tempo,
em que não vivemos os dois.

Amor...
O que passei nesses anos,
que parecia não terem fim,
Faz-me saber e sentir agora,
Como és importante para mim.

Amor...
És o meu porto seguro,
Parte do meu ser, minha vida.
És minha razão a cada dia,
Minha musa, minha querida.

Meu amor, minha vida.

Amor...

A ti,
Eu não peço...
Eu reçebo.

A ti,
Eu não dou...
Eu me ofereço.

Por ti,
Eu não vou...
Eu permaneço.

De ti,
Eu não espero...
Eu desejo.

És tu...

Tu estás no meu sonho,
Tu fazes o meu sonho.
Por ti versos componho,
A ti que és o meu sonho.
Tu que me chamas "meu amor"
Tu que comigo fazes amor
Tu que gemeste de dor
No nosso primeiro amor.

És tu...
Meu sonho...
Meu amor...

Se não estás comigo...

Se não estás comigo...
Por ti, o meu coração,
Bate descompassadamente.
São suores, são desejos,
São saudades dos teus beijos.
É sentir enorme solidão...
Estando rodeado de gente.
É tremer com um arrepio...
Logo num dia tão quente.
É sentir falta: do teu cheiro,
Ter-te a mim aconchegada,
Desse teu olhar brejeiro
E da tua pele perfumada.
É ter tudo e muito mais,
É sentir que nao tenho nada.

Vem...

Vem,
Não planeies a hora,
O amor vem de dentro,
E resulta se for a dois.
Ou acabará sem demora,
Se um se julga o centro.

Vem,
Rasga o calendário,
Não te rendas ao tempo,
Importa sentir,
Não queiras horário...
Vive de coração atento.

Vem,
Sente o amor e o desejo,
Não faças nada por favor,
Escuta-te a ti mesmo...
Não poupes nunca um beijo
E nem as frases de amor.

Vem,
Não ames, por imposição,
Nem para fazer o jeito.
Não há orgasmos fingidos,
Que segurem uma relação,
Se nao houver amor no peito.

Saudade

Não precisas de partir,
Nem eu de me ir embora,
Para a saudade sentir.
Porque ela no meu peito mora.

Não se mede como o tempo,
Ou quando um de nós demora.
A saudade é o sentimento,
Que eu sinto a toda a hora.

A vida são apenas instantes,
Que nao devemos desperdiçar,
Parecemos seres itenerantes,
Em busca de nos encontrar.

A quem lê...

Não me chamem de poeta,
Nem tão pouco pensador.
Sem definição completa...
Serei talvez sonhador.

Gosto das palavras pegar,
D'um jeito por vezes rude,
Deixá-las a pairar no ar,
Perceber, a sua magnitude.

Algumas são traiçoeiras...
Dessas palavras que uso,
Todas elas são verdadeiras,
Até as que me põem confuso.

Se a palavra sai do meu punho,
De um "eu", que cá dentro mora,
Pode até ser um gatafunho,
Mas nunca é uma impostora.

Importante é nao asfixiar,
Nada do que eu possa sentir.
E contigo poder partilhar,
Lágrimas e vontade de rir.

As palavras ficam escritas,
Para aqueles que podem ler.
Adivinhar por quem são ditas,
De pouco vos importa saber.

São os dias todos diferentes,
E assim tambem a minha alma,
Por instantes, mais eloquente,
Outros, adormecida e calma.

Cabe-me então a mim escolher,
Se usarei gozo ou sofrimento.
Para as palavras que escrever,
Sejam de dor, ou contentamento.

E a ti que as sabes ler,
Procura também as sentir,
Só assim as vais perceber,
E meus escritos discernir.

Caminho

Foram miragens,
Campos verdejantes,
Flores de rara beleza.
E as viagens,
Plenas de instantes,
Que trouxeram riqueza.
As paisagens,
Os amantes,
Nus como a natureza.
São passagens,
De tempos distantes,
A amar com certeza.

São tantas as palavras

São tantas as palavras
que tenho para te dizer.
Tantos os sonhos que...
quero continuar a sonhar.
São tantos os momentos,
Que contigo quero viver.
E em todos eles...
Te continuar a amar.

Mas por mais estranho...
Que a alguns possa parecer,
Não é nos sonhos que tenho,
Ou nos versos que possa fazer,
Que este amor se escreve,
Ou se dá a conhecer.

Nao há rimas nem palavras,
Para nosso amor descrever.
São anos, muitos momentos,
Que só juntos soubemos viver.

São instantes... uma vida,
Amor feito de e com paixão,
Sempre pelos dois sentida,
Com loucura, mas com razão.

Há coisas que...

Há coisas que...
gosto de ter todos os dias.
Não é só comer e dormir,
acordar, escrever e sonhar.
Mas o que estou a sentir,
que me faz querer acordar.

Há coisas que...
me acontecem todos os dias.
Coisas que gosto realmente,
como ter-te aqui ao meu lado,
viver contigo intensamente.
Viver cada dia apaixonado.

Há coisas que...
se renovam todos os dias.
Como nosso amor de verdade,
Há 23 anos por nós inventado,
Vivido sempre em cumplicidade
e a cada novo dia renovado.

Não importa quando...

Levemente,
ao meu lado deitaste.
Depois sobre mim...
docemente,
meu corpo acariciaste.
Eu imaginei o fim...
e tremi de desejo.
Suavemente,
ávida de amor,
meus lábios tocaste,
mas não foi um beijo...
Deixei-me envolver.
...sentir o teu prazer.
Loucamente,
Ao amor abandonados,
nossos corpos suados,
fluidos a verter.
Á noite, ao amanhecer,
não importa mais nada...
nem a hora
e nem o tempo,
se demora,
se é um momento...
Apenas te querer...
...sempre apaixonada.

As minhas SMS

Amar também é ser ilusionista,
Fazer um truque que impressione.
Ter sempre mais uma surpresa,
Criar uma situação imprevista,
Que aos dois, prazer proporcione
e mantenha a paixão acesa.

Calor para amar

Vem de fora,
entra cá dentro,
não demora,
como fermento,
faz inchar,
quase nos derrete,
faz chupar,
montes de sorvete.
Não arrefece,
E até excita,
tudo acontece,
a cabeça frita.
O corpo pede,
nada de roupa,
nada impede,
...coisa pouca.
Mostras mais pele,
e com tal ensejo,
Que nela ou nele,
Aumenta o desejo.
No campo ou praia,
à sombra ou no mar,
cai na gandaia,
importa é amar

União da alma

Não há nada
que valha mais que o tempo,
que contigo passo.
Não há nada
que valha mais que o amor,
que contigo faço.
Passa por mim
e por nós, a idade, o tempo,
á rédea solta.
Não haverá fim,
para nosso, vivo sentimento,
nem contravolta.
De longe vem este laço,
forte como a maré calma.
Que une tempo e espaço,
Nos une o corpo e a alma.

Amar-te é...

Amar-te, é sentir a cada novo dia,
Que o ar que preciso não vai acabar,
Que vou continuar a poder respirar,
Que vou ter paz e harmonia.

Amar-te, é ver a cada novo dia,
Que lá fora a paisagem continua colorida,
Que continuo a ter uma razão para a vida,
E que longe vem a minha agonia.

Amar-te é ter o Sol sobre mim,
O tempo todo sempre a brilhar,
Quer seja noite, quer seja dia.

Amar-te é sentir que nao há fim,
Continuar acordado mas a sonhar,
É poder viver alegria a cada dia.

As minhas SMS

Vem amor, vem com jeitinho,
Encostar teu corpo ao meu,
Roçar, aquecer devagarinho,
Até juntos chegarmos ao céu.

Amigo

Não há amor, sem amizade,
Amizade é uma forma de amor.
Ou do amigo nao terias saudade,
E a saudade não te causasse dor.
A amizade não gera paixão,
Nem se abafa pelo desejo.
Ama teu amigo de coraçao,
E na face deixa-lhe um beijo.

As minhas SMS

Não é o teu perfume que me enebria,
Esse teu jeito doce de ser e de estar.
Fascina-me é poder ter em cada dia,
Perto de mim os teus olhos a brilhar.

Versos sem dor

Como podem em meus versos ver dor,
Aqueles que minhas palavras leiem?
Faz tempo, que nao sou um sofredor,
Mas o homem feliz, que todos veêm.

E se hoje em mim mora a felicidade,
É porque tu me fazes viver assim.
Sinto que já nem importa a idade,
Apenas que estejas perto de mim.

Se alguém nos meus versos encontrar,
Um desabafo de dor, ou desencanto,
Não é porque a mim, me falta amor,

Quando muito, serão rimas de fingidor,
Relato de alguma história de pranto,
Vivida por alguém que nao sabe amar.

As minhas SMS

Tal como o Sol imenso
Que nossos corpos abrasa,
É este sentimento intenso,
Esta paixão, que me arrasa.
Faz-me sonhar acordado,
Desejar-te sem cessar,
Hoje, como no passado,
Eu sempre te irei amar.

As minhas SMS

Colado a mim, com o teu corpo me visto,
Entro em ti e sinto o teu calor a brotar.
Por esses instantes, sem tempo, que existo,
Por todo o tempo, minha amante vou-te amar.

Verso e reverso

O amor não é perfeito,
Amar nem sempre é mel.
Amar, é saber que o amor,
Também pode saber a fel.
É no outro reconhecer,
Os defeitos e qualidades,
Porque perfeito, só há Um!
Na Terra não há divindades.
Não esquecer, o amor,
Naquele mau instante,
E lembrar do calor
Sentido, da amada amante.
O amor faz-te viver.
Amar também é arte
É nao querer perder
O todo, pela parte.

Entre sonhos e fantasias

Vejo-te linda a surgir,
Entre sonhos e fantasias.
Imagino-te aqui...
Na minha frente,
Corpo carente, apaixonada.
Filtrados pela tua silhueta,
Raios de Sol intenso,
Esbatem no meu rosto,
Quase me tirando a visão.
Parto no sonho, com gosto.
Os teus olhos, o teu corpo,
Entro noutra dimensão
E sinto-te aqui,
bem junto a mim,
corpos quentes, em desejo,
bocas ávidas,num longo...
doce e quente beijo.

As minhas SMS

Tiram-me o tempo... com dor,
Como se ele, fosse meu.
Não me tiram de mim o amor,
Porque esse é todo teu.
Esse amor que não tem mais tempo,
Que não tem dias, anos, nem medida.
Este amor é o estado, o sentimento,
Que nos dá a força da nossa vida.

Sonho na praia.

Entre raios de sol doirados,
Corria para mim brilhando,
Cabelo liso, solto, ao vento,
E eu continuava sonhando.
De braços abertos corria,
Sorrindo, leve, sem cansaço,
Brilhavam seus olhos lindos
E eu esperava o seu abraço.
Por fim rodopiámos felizes,
Nos braços um do outro,
Caímos na areia, já fresca,
E eu amei-a como louco.
Não queria mais acordar,
Para não me saber a pouco,
O seu corpo que quer amar,
Na praia e em qualquer lugar.
Eu amo-a como louco.

O nosso sonho

É o sonho que nos guia,
Que nos transporta afinal
E nos leva dia após dia,
A cumprir um ideal.
Que ao tempo imaginámos,
Pintámos cheio de cor
E se é como pensámos,
É porque nao falta o amor,
O respeito, a compreensão.
Temos diálogo e carinho,
Entreajuda e paixão,
Para dar força no caminho.

As minhas SMS

Vai-se o tempo,
E a oportunidade.
No meu pensamento,
Só fica a ansiedade,
O desejo e a vontade,
Que sinto neste momento,
De te ter e matar a saudade.

União dos sentidos

A tua dor é a minha dor,
O teu mau estar também é meu.
Não é solidariedade, é amor,
Ser feliz, por um bem que é teu.

Amar é trocar de lugar.
Pensar, no outro todo o tempo.
Sentir, mesmo sem estar,
Como estando, a todo o momento.

É tão bom...

É bom ficarmos colados,
Pele na pele e um beijo.
Como etermos namorados,
Que vivem apaixonados,
E se amam com desejo.

É bom ficarmos calados,
Ouvir a nossa respiraçao.
Sangue quente a correr,
Sentir o desejo crescer,
E fazer amor com paixão.

É bom adormecer abraçados,
No meu peito ver-te dormir.
Em meus braços te aconchegar,
Ver teu rosto a serenar,
E quando sonhas ver-te sorrir.

As minhas SMS

Não há Sol, que nos aqueça,
Que traga brilho e calor,
Que faça com que apareça,
Em cada campo uma flor,
Em cada rosto um sorriso.
Que bom é ter-te meu amor,
Porque assim nao preciso
Do Sol, seja o que for.
Porque mal o dia começa,
Tenho o teu brilho e amor
Mais ainda do que eu mereça

As minhas SMS

Enquanto estas rimas componho,
Eu voo para o mundo do sonho.
Sinto-me perder a clarividência,
É dificil suportar tua ausência.
Dificil nao querer o teu beijo
E mais ainda suportar o desejo.
Nem que seja só por um instante,
Vem deixar-me exausto, ofegante.
Quase sem folego, sem respiraçao,
Vem e mata-me a fome de paixão.

Sempre...

Nem num dia escuro como o de hoje,
Pesado, melancólico, céu cinzento.
Nem assim a felicidade me foge,
Porque estás no meu pensamento.

Porque habitas dentro de mim,
Porque fazes parte do meu ser,
Foste o principio, serás o fim,
Sem ti, nao saberei nunca viver.

Tu és o meu único complemento,
Meu sonho, minha doce realidade,
Meu combustivel e meu sustento.

Minha amada, meu fogo, paixão,
Tu és a loucura e a serenidade,
És vida, que faz bater meu coração.

As minhas SMS

Deitada nua, rendida a Eros,
O seu corpo, exausto, suado,
Mulher que exulto e venero,
Que me faz viver apaixonado.
Inebria-me tua sensualidade,
Fonte inesgotável da libido
Me despertas com ansiedade,
O prazer intenso, incontido.

As minhas SMS

Entre sombras, no crepúsculo,
Surges silenciosa, perfumada.
Tapada com um véu minúsculo,
Te ofereces... para ser amada.
Sinto desejo no teu corpo quente
Que acaricio com cumplicidade.
Corações em fogo, amor ardente
Sexo com amor faz felicidade.

As minhas SMS

Fecha os olhos e imagina uma aguarela,
Um campo com flores de qualquer cor,
Lá no meio, tu, de todas a mais bela,
Eu correndo para te abraçar, meu amor.

As minhas SMS

Que bom estar-mos no leito,
No silêncio, de luz apagada.
Deitares sobre o meu peito,
E ficares a mim abraçada.

Preocupações

Para quê preocupar com a idade,
se a cada dia ela vai passar?
Para quê preocupar com o corpo,
se a cada dia vai deteriorar?
Preocupemo-nos com a saúde,
porque essa devemos preservar.
Preocupemo-nos com a natureza,
que não deixe de nos alimentar.
Preocupemo-nos com os outros,
porque a todos devemos amar.
Preocupemo-nos com a amizade,
porque a devemos cultivar.
Preocupemo-nos com a alma,
que nos dá paz e faz sonhar.
Preocupemo-nos com o amor,
... aquele nos faz desejar.

Solidão

Aqui neste amontoado de nada,
procuro irradicar a solidão,
deste espaço escuro e frio.
Sem cortinas, olho a vidraça
esperando que sejas tu,
aquela que por ela passa.
Mas... mais uma vez,
perdido, no meio de tudo,
não vejo aquilo que sinto
e alimento a ansiedade.
Nas asas da imaginaçao,
procuro-te. Enquanto finto,
engano... a dor, a saudade.
O vazio que alastra em mim,
que até a alma me inunda,
passo o tempo... sem fim,
nesta solidão profunda.
E mesmo quando fantasio,
que estás comigo aqui,
Cá dentro sinto vazio,
Por não te poder ter a ti.




Amália Rodrigues - 1955 - Solidão

As minhas SMS

Vem amor, juntos vamos sonhar,
Viver intensamente esta paixão.
Uma vida é pouco para amar,
Ou ser desperdiçada sem razão.

Amar-te

Amar-te nunca foi pecado,
Querer-te não é um vício,
Amar-te é o meu estado,
Quero-te desde o início.

Não foi por meu desígnio,
Nem sequer escolha minha,
Que senti aquele fascínio,
Que do meu coração vinha.

Já se passou tanto tempo,
Mas nada fez esmorecer,
Nem este meu sentimento,
Nem o desejo de te querer.

E se hoje sinto saudade,
Quando te afastas de mim,
É bem maior a felicidade,
Quando voltas por fim.

Quero continuar a sonhar,
Por ti sentir desejo,
Ficar ansioso ao esperar
Nem que seja só um beijo.

As minhas SMS

Quem me dera ter para admirar,
Na minha frente, a toda a hora,
Teus bonitos olhos a brilhar,
E não a saudade que sinto agora.

As minhas SMS

Fecho os olhos de vontade de te ver.
No meu peito a tua falta tão sentida.
Já és mais que a razão do meu viver,
És a fonte da minha a própria vida.

As minhas SMS

Bom mesmo era estar agora,
Contigo na praia a namorar.
Mas esse tempo ainda demora,
E nós não gostamos de esperar.

Mas a vontade vai persistir,
O nosso desejo vai continuar.
O dia virá em que podemos ir,
E á beira-mar nos iremos amar.

As minhas SMS

Quero ter-te e sentir a cada instante,
no meu peito, o bater do teu coraçao,
Linda esposa amada, mãe, amante,
Mulher admirável e minha paixão.

As minhas SMS

Cada dia estou mais dependente,
De ti, do teu carinho, do teu amor,
Só contigo, não me sinto carente,
Só contigo, me sinto bem melhor.

As minhas SMS

Preciso dos nossos instantes a sós,
Como da água e do ar para viver.
No silêncio ter-te nos meus braços,
É quanto basta, para me fortalecer.

Mãe

Quero cada dia fazer-te sentir,
todo o amor que sinto por ti.
Sei que jamais serei capaz
de te amar tanto assim.
Mas quero que sintas
que estás sempre comigo,
Nos beijos enviados
quando estou ausente.
Na alegria e na tristeza
quero sempre estar presente.
E não por ser Dia da Mãe,
Data inventada por alguem.
Por mim, todos os dias são teus,
Foste tu que me deste os meus.
E se a ti devo a minha vida,
Como podes nela ser esquecida?
A ti dou o amor mais profundo
Para ti, a melhor Mãe do mundo.

As minhas SMS

Hoje um momento parece uma hora,
Penosa, difícil, longa, custa a passar.
Tempo parado, nao passa e demora
A chegar a hora de te ter e abraçar.

As minhas SMS

Deixaste nos meus lábios o teu sabor,
No beijo de despedida que perdura.
São assim os teus beijos meu amor,
Quentes, doces de desejo e loucura.

As minhas SMS

Amar, é querer a cada instante,
É não parar para contar o tempo.
É sentir como é importante,
Estar contigo em cada momento.

As minhas SMS

Se nos dessem um euro,
por cada beijo trocado,
Teriamos um monte ouro,
A precisar ser guardado.

Mas nossos beijos construem,
Um Lar e uma vida com amor.
Não há euros que os paguem,
Têm para nós infinito valor.

Seguindo a sugestão do comentario da Laid:

As minhas SMS

Fico triste quando não estás,
fraco, vazio no meio do escuro,
só, perdido, sinto-me incapaz.
És meu farol, meu porto seguro.

Por sugestão do comentario da Andreza:

Minha vida é a tua...

Não sei se sou,
Serei eu quem pensa?...
São tantas as vezes,
que só sinto.
Mas faz-me falta,
pensar que sou:
Ser racional...e vivo,

Mas, fico sem pé,
pára-me o tempo,
na frente um precipício,
morro ou cascata,
só por ti, eu estou aqui.
Não acredito no tempo,
nem que por vezes,
é ele quem mata.

Minha vida é a tua...
este sentimento,
Entranhado em mim...
ou na minha alma,
todo o tempo,
paixão sem fim.

As minhas SMS

Não há bela sem senão,
Diz o povo e é verdade.
Esta nossa doce paixão,
Faz desejo e ansiedade.

Sinto isso de dentro pra fora,
E logo me ponho a imaginar...
como era bom ter-te agora.
Vem amor, vamo-nos amar.

Páscoa Feliz

A Páscoa não é só chocolate,
Os amigos, a família, as festas,
É muito mais que isso e até...
Coisas mais sérias que estas.

E nós que estamos a crescer,
Só queremos é brincadeira,
Devemos também aprender,
Uma historia verdadeira.

A Páscoa é a passagem,
Daquele que a todos amou,
Por amor e com coragem,
A própria vida nos deixou.

Pregaram-no na cruz,
Depois de o maltratar,
O seu nome é: Jesus,
Nasceu para nos salvar.

Em troca, para Lhe agradar
O que fez por mim e por vós:
Aos outros devemos amar,
Como Ele nos amou a nós.

É tempo de amêndoas e folar,
Agora sabemos o que pensar,
Sempre que alguém nos diz:
-Votos de uma Páscoa feliz.


Poema feito para o meu filho (7 anos) levar para a escola.


As minhas SMS

Adoro pensar no teu corpo,
Me excito ao imaginar-te.
Mas foi pelos teus olhos,
Que eu comecei a amar-te.

Osmose

Ouvia-te calma a respirar.
Deitado na cama sem dormir
Imóvel para não te acordar
O calor do teu corpo a sentir

Mas o sono não chegava
O desejo cada vez maior
O teu corpo quente… ajudava
Sentia-me cada vez pior.

Olhava e tentava no escuro
Tirar tais ideias da mente
Mas estava a ser muito duro
Queria amar-te intensamente

Então ao mudar de posição
Apesar de todo o meu cuidado
Senti-te alterar a respiração
E virares-te para o meu lado

As nossas pernas se tocaram.
Perguntaste se eu dormia
Nossos corpos se encostaram
Sentimos que o desejo fluía

Beijámo-nos suavemente
Depois com sofreguidão
Envolvemo-nos avidamente
Loucos famintos de paixão

Já nada havia a fazer
Só o desejo mandava
Já só importa o prazer
Que cada de nós alcançava

Fazer amor sem limite
Amor e sexo à mistura
Saciar este apetite
De prazer e de loucura

Os nossos corpos unidos
Sem procurar posição
Escorregadios e húmidos
Cheiros a transpiração

Sem perceber fomos traídos
Por esta crescente osmose
Que nos deixa por fim caídos
Quase mortos por overdose

Nem o tempo que passou
Sentimos na realidade
Mas o sabor que ficou
Sacia a nossa ansiedade

É este para nós o renascer,
Sempre de um mdo especial.
Amar assim até morrer
Cada orgasmo "un grand-final".

As minhas SMS

Bom seria que eu nunca falhasse.
Nem na palavra e nem por acção.
Não fazer nada, que te magoasse,
Que pudesse magoar teu coração.

Meu Sol

Se hoje o Sol nasceu,
nao foi por mim,
... não fui eu.

E se hoje o Sol nasceu,
foi porque sim,
... estava lá eu.

Porque não dormi,
porque estavas ali,
porque olhei para ti,
e por ti, eu sorri.

Se hoje o Sol nasceu,
Não foi lá fora,
... que ele apareceu.

E se hoje o Sol nasceu,
a toda a hora,
... porque ele é meu.

Porque eu te quero,
porque te espero,
porque te venero,
e sou sincero.

Quando te admiro,
quando te digo,
mais que um farol,
Tu és o meu Sol.

As minhas SMS

Quando estou sózinho,
parte de mim adormece,
Sem ter o teu carinho,
Para mim nada acontece.
E também eu nada faço,
enquanto espero a tua vinda,
o teu beijo e o teu abraço,
até ter tua imagem linda.

As minhas SMS

Amar é sentir que vem de dentro,
Este calor, que o meu corpo inunda.
És magma, és núcleo, meu centro,
Da minha vida, és razão profunda.

As minhas SMS

No dia Internacional da Mulher,
A ti esposa quero homenagear,
Continuar a fazer por te merecer,
Por palavras e obras, a te amar.

MULHER

Jamais eu me cansarei
De admirar tua beleza.
Teu olhar sempre terei,
Como minha maior riqueza.
Em cada minuto tu estás,
No coração e na memória
Na vida e na morte ficarás
Parte da minha historia.
Teus lábios desenhados
Pela mão de um pintor
Que em traços tao sagrados
Os desenhou com amor
Teus cabelos que no escuro
reflectem a luz da lua
Qual farol porto seguro
Pra pequeno barco que flutua.
Esse teu corpo tão desejado
Que sempre e mais desejarei
Terá este espaço guardado
mas onde nunca escreverei…
.........
............
..............
................
………………..
………………….
Nao será preciso sentir
Nem tao pouco, preciso tocar
Basta os olhos nao abrir
e o coraçao nunca fechar.
És aguarela da natureza
pintada pela mao de Deus
Mulher nessa tua grandeza
sem igual aos olhos meus.
E até o Sol, que é falado...
ser tao bonito ao nascer,
nasceria envergonhado
se á janela...
te visse aparecer.

As minhas SMS

Tem momentos que me sinto um animal,
incapaz de reconhecer quem lhe quer bem;
Quem dá amor, carinho, sem querer mal;
Se dá de forma inteira e coração também.

A esperança

A esperança alimenta a vida
fazendo-a menos sofrida.
Sem esperança... não amamos,
nao amando... não desejamos,
nao desejando... não vivemos
e nao vivendo... morremos.
Ou quem sabe vegetamos
talvez fingindo viver.


Fingir amar... dar e receber.
a outro homem dar a mão,
na diferença ver um irmão,
a dor do mais fraco sentir
e por ele lutar sem desistir.

Meu amigo... se assim não for,
se tu não vives por amor...
não mereces ocupar espaço.

Aprende a dar um abraço,
Vive no amor e na perseverança
E ao teu lado haverá esperança

Sons das letras

Nem sempre a poesia são palavras
ás vezes pouco mais que sons
letras juntas harmoniosamente
simples conjugação de tons
que nos entram pelos ouvidos
por vezes tão fortemente
outras com tanto prazer
te excitam os sentidos
te penetram docemente.

Será que vou enlouquecer
com tão lindas melodias
que sinto e fico pasmo.
Pára o mundo á minha volta
esqueço a noite e o dia
rejubilo com este orgasmo.

Ânsia, medo, paixão se solta
deste meu peito apertado
desta mente em agonia,
deste corpo exausto a cair.

Sinto em cada verso um grito
um desejo tão sonhado
uma vontade esmagada
dum coração aflito.

Fecho os olhos para ouvir
o som das letras que escrevo
nelas fico aprisionado
por gosto ou necessidade
de me sentir com enlevo
sempre de som rodeado
que acalma esta ansiedade
que me deixa sonhar acordado
que me deixa matar a saudade.

As minhas SMS

O fim de semana está a chegar!
E nós vamos ter mais tempo,
para sentir, conversar e amar,
alimentar o nosso sentimento.

Uma adivinha

Hoje uma adivinha vou deixar,
para que a todos faça pensar.
O que poderá vir a ser,
que dá para homem e mulher,
que nunca será demais
e que a todos deixa aos "ais"??

As minhas SMS

Amor preciso de falar-te baixinho,
Uma dúvida, em segredo ao ouvido.
Como podes tu ser o meu docinho,
E perto de ti, eu é que fico derretido?

As minhas SMS

Nao é para ti que escrevo poesia.
É sim por ti, não para te agradar.
A poesia nasce-me a cada dia,
Gerada pela vontade de te amar.

Só a ti...

Fecho os olhos para te ver,
recordo-me o teu olhar.
Sinto que estás aqui...
eu quase te consigo tocar.
Teu cheiro inunda-me
Inebrias-me os sentidos.
Sinto-te parte de mim.
No silencio, os teus gemidos,
ouço-os, como ao teu "simmm".
Amor, só tu me dás...
momentos de sonho e prazer,
em que me abandono a ti.
Me deixo surpreender,
com o tanto que és capaz,
de me dar, de me fazer.
Únicos são os instantes,
que vivemos na intimidade.
Sem limites somos amantes,
explorando-nos com intensidade.
Só tu me fazes sentir,
a juventude já passada
e aos meus olhos, tu és,
cada dia mais desejada.
Assim foste construindo,
a cada dia da nossa união,
a realidade de um sonho lindo
um lar feliz assente na paixão.

Nosso Samba-enredo

Hoje é Carnaval, contigo quero brincar,
Não vamos usar máscara nem pinturas,
Só a pele macia que cobre o teu corpo,
Essa pele que adoro acariciar e beijar.

Nossa vida de amor será o enredo,
Nossos sonhos, fantasias, nossos medos.
Para a avenida tudo isso iremos levar,
Todas as alas, nosso amor irão cantar.

A harmonia que sai do cavaco e da voz
A pujança do som vibrante da bateria,
Que faz tremer de emoção a todos nós
Tirar o pé do chão e sambar noite e dia.

Vamos brindar à nossa felicidade,
À alegria pura deste nosso Carnaval,
Sambar-mos nele até á eternidade,
nosso amor será sempre nosso ideal.

Vamos soltar nosso corpo e deixar o ritmo entrar.
Vamos sentir cada compasso e vivê-lo intensamente.
Vamos sentir o desejo crescer, como loucos nos amar.
E assim será não só no Carnaval mas eternamente.

As minhas SMS

Na minha vida, a todo o momento,
sinto necessidade de estar contigo.
Ter-te no coraçao e no pensamento,
como se sempre, estivesses comigo.

Meu querido Avô



03-10-1919 a 08-02-2010

Estou triste por teres partido...
Mas feliz, porque sei que estás em paz com Deus.
Ele saberá recompensar-te, de tanto amor que nos deste.
Obrigado por nos teres ensinado a todos,
a amar a familia a cima de tudo.
Eu te agradeço o gosto pela escrita que herdei de ti.
Para sempre nos nossos corações.
Obrigado Avô Joaquim.


Beijinho.

Hei-de sempre querer...

Hei-de sempre querer...
Sentir a frescura,
dos teus lábios nos meus.

Hei-de sempre querer...
Admirar como cristal,
o brilho dos olhos teus.

Hei-de sempre querer...
Sentir tua pele de veludo,
onde meus dedos passeiam.

Hei-de sempre querer...
Navegar em sonhos de amor,
férteis... que semeiam.

Hei-de sempre querer...
Regar de beijos,
as belas flores que são teus seios.

Hei-de sempre querer...
Repousar neles minha cabeça,
suaves nuvens alvas de algodão.

Hei-de sempre querer...
O silêncio... Tantos sonhos meus...
...e o bater do teu coração.

A ti Poeta... Mulher




Cada um daqueles que amamos e que parte, leva um pedaço de nós com ele.
Cabe-nos, guardar tambem um pedaço dele, em nós.
Só assim a sua memória será respeitada e para sempre lembrada, no nosso coraçao.
Só assim, aqueles de nós que acreditam, poderemos esperar em paz um novo reencontro.

Para ti Rosa L. Faria, a minha dor, a minha homenagem.

Clica para conheceres quem foi Rosa Lobato Faria

Tu és...

Sinto no ar o teu perfume,
o teu cheiro particular,
penetra-me até á alma.
Não entra pelo nariz,
nao entra pelos poros,
e no entanto...
Sinto-o dentro de mim,
ocupando-me por inteiro.

Penso e procuro explicar,
o que nao tem explicaçao.
Estás entranhada em mim,
Fazes parte deste corpo,
a energia que o sustenta.
Mais que qualquer outro,
tu és o orgão principal,
aquele que o alimenta.
És oxigenio que respiro,
que se espalha no sangue,
e me inunda o coração.

És a vida que segura
a minha vida
e por mais dura
que seja a vida
só por ti
e contigo
merece ser vivida.

As minhas SMS

Toma de assalto meu corpo, que é teu,
Vem e esmaga-o de encontro ao chão.
Eleva o nosso desejo e prazer ao céu,
Hoje nossa carne será nossa perdição.

Não te escondas

Deves ter sempre a coragem
Viver a força na persistência
Procurar a outra margem
Com vontade e inteligência
Não te deixes abandonar
A uma falsa comodidade
Não sigas o "deixa andar"
Mas segue a tua vontade
Como o Sol, rompe o céu
Surge através das nuvens
Não esqueças o teu "eu"
Para onde vais e donde vens

Sinto-te perto de mim

Hoje sinto-te perto de mim
Quase sinto o teu respirar
Pareces-me ao alcance da mão

Queria eu, nada te deixar fazer
Te beijar, te morder
Bem devagar… de mansinho
Te abraçar, te prender

Às tuas tarefas te roubar
Á loucura te levar
Até tudo isso esquecer
Esse teu corpo extenuado
Deitar… e adormecer
Satisfeito e cansado

Mas a distância entre nós
E tanto que temos para fazer
Não me deixam ouvir tua voz
Nem a ti vir á janela p’ra me ver.

Mas se não te consigo ouvir
Nem tão pouco te olhar
Fecho os olhos p’ra te sentir
E cada dia, mais te amar

As minhas SMS

Amor, por ti eu esperaria,
até toda uma eternidade.
Minha vida sem ti seria,
viver numa enfermidade.

As minhas SMS

Se o que alguns falam, é verdade,
voltaremos em outra encarnação.
Que Deus nos dê a oportunidade
De continuar a viver nossa paixão.

As minhas SMS

Bate forte no meu peito,
A falta do teu doce beijinho,
Mais que amar-te no leito,
Quero teu abraço e carinho.

A mais bela flor

Voltaste...
Pensaste que iria,
Cortar uma rosa para te dar,
... para que voltasses para mim.

Calculaste...
que para ti guardaria,
sem nada mais recordar,
a mais bela rosa do jardim.

Colhida pela manhã,
...gotas de orvalho,
espalhadas pelas pétalas,
escuras de vermelho,
como sangue já frio.
Jorrado de um coração,
que sofreu ao ver-te partir,
que quase parou...
e deixou de sentir.

Dilacerado,
ele ficaria para sempre.
Mas se hoje,
volta em meu corpo,
a correr sangue quente...
é porque outro coraçao,
bem mais vivo que o meu,
me alimenta com paixão
e me diz que sou só seu.

Para esse coração,
não foi uma rosa que colhi.
Para a minha paixão,
um jardim eu construí,
com roseiras, para uma flor.
Mais bonita a cada dia,
de quem recebo muito amor,
felicidade e alegria.

As minhas SMS

Quero sair destas quatro paredes,
Que para mim são grades de aço,
Entregar-me, para me prenderes,
Livre colado a ti num doce abraço.

Canção do entardecer

Quero estar contigo
Viver esta paixão
Trazer-te comigo
No meu coração

Cada dia que passa
Sinto mais perto o fim
Ultimo será o dia
Que não olhes para mim

Quero poder admirar-te
Todos os dias que viver
Olhar os teus olhos a sorrir
Teus lábios não quero esquecer

Pensar o amanhã com paixão
A esperança não deixar fugir
Ter-te ao alcance da mão
Sonhar contigo ao dormir.

Instante de uma vida

Cada instante sem ti
É uma eternidade de vida
Que por ser só, não quer ficar
E por ser longa foi perdida.
E agora que dentro de mim
Mora um coração entediado,
Por ti esta espera sentida
De longas horas sem fim.
Espreito no tempo passado
O momento que desejo tanto
E que sinto de longe a passar.
Mas já sem lágrimas é meu pranto
Já sem olhos para te olhar
Já só os sentidos ficaram,
Neste empedernido coração,
Mas desses já não tenho noção.
Por dentro os dias passam,
As feridas não cicatrizam,
E por mais anos, que as horas façam
Como no céu nuvens que passam
E tantas passam que ficam.
Estas saudades que já não sinto
Que se não sentem só se vivem
Que já nem sei se foram de alguém
Porque cada instante sem ti
É a minha vida sem ninguém.

…Perdido

Perdido.
Quase podia jurar,
Que um dia passei aqui.

Mas,
Não era este o tempo,
Nem esta a luz que vi,
Fazia escuro sem o luar,
Nem um palmo conseguia enxergar.

Por isso não te vi a ti,
Nem sequer por um momento,
E foi por muito mais tempo,
Tanto que nem eu sei,
Por quantos lugares eu andei,
Em todos eles te procurei,
Mas sempre continuei…

…Perdido.

As minhas SMS

Vem para perto de mim,
Viver o sonho já sonhado,
E que a noite nao tenha fim,
E me deixe sonhar acordado.

Palavras escondidas

Tenho dias em que as palavras
Se escondem de mim.
Dias em que as frases choram
a falta delas.
Dias em que eu fico perdido,
sem sentido...
Porque sem palavras,
eu nao vivo.

Parto á procura delas,
sózinho,
Nos recantos da minh'alma,
aí onde se elas escondem,
e não se perdem.
Porque as palavras me habitam,
e nao se escondem de mim.
Inundam-me as entranhas,
desdobram-se a cada instante,
reinventam-se,
para adjectivar o que sinto.

As minhas SMS

Por debaixo dos lençóis, a tua mão.
Percorre o meu corpo adormecido.
Desperta-me levemente a excitação,
Provoca-me, esse pulsar da tua libido.

As minhas SMS

Deslizo levemente pela tua pele macia,
Perco-me nesse teu corpo que desejo,
Eleva-me, o teu cheiro que enebria,
Guardo na boca o sabor do teu beijo.

As minhas SMS

Queres saber quais são os planos,
Que imaginei para o nosso serão?
Muito amor por debaixo dos panos,
Velas, massagens, fogo e paixão.

Atrás da porta...

Atrás da porta escondido,
Onde nao me consegues ver,
Espreito-te nua... atrevido,
Nao controlo esse prazer.
Com teu corpo assim molhado,
Nasce a primavera no meu.
Bate forte o coraçao apaixonado,
No corpo que quero colar ao teu.
Um despertar, um amanhacer,
Um desabrochar, a floração,
Num campo verde de prazer,
E o suor na palma da mão.
Dificil mesmo é ficar,
escondido para não saberes,
que ali estou a admirar,
tudo para nao veres,
a minha cara de pasmo,
a pressa da minha respiraçao,
o prazer, quase um orgasmo.
o descontrole da situação.
Olho-te sofregamente,
Nao consigo libertar o olhar,
na minha boca água nascente
e a vontade louca de te amar.

As minhas SMS

Será uma longa semana,
Esta que agora começa.
Na próxima, amor e cabana
Não haverá nada que impeça

Tempo para nós

Chegou finalmente a sexta-feira,
Que semana tão longa, eu senti
Onde as horas pareceram dias
Longos e dolorosos sem ti.

Sentiste tu também esta saudade?
Que nos consome, enlouquece, destrói?
Que até do trabalho nos tira a vontade
e que o corpo e a alma nos mói?

Saber que chega ao fim... até é bom.
Novos dias chegarão, também
com nova esperança e mais ilusão.
Mais tempo só pra nós, aí vem.
O desejo, o amor... a cumplicidade...
Será que finalmente vamos ter,
umas horas só nossas de felicidade?
Para nos amarmos sem ter de esconder?

As minhas SMS

Do Norte vem esta aragem,
Que no rosto me bate gelada.
Traz-me cheiros e folhagem,
Só nao traz a minha amada.

As minhas SMS

Uma SMS gostava de ser,
No meu telemóvel entrar,
O teu numero escolher,
E para ti, ir a voar.