Minha vida é a tua...

Não sei se sou,
Serei eu quem pensa?...
São tantas as vezes,
que só sinto.
Mas faz-me falta,
pensar que sou:
Ser racional...e vivo,

Mas, fico sem pé,
pára-me o tempo,
na frente um precipício,
morro ou cascata,
só por ti, eu estou aqui.
Não acredito no tempo,
nem que por vezes,
é ele quem mata.

Minha vida é a tua...
este sentimento,
Entranhado em mim...
ou na minha alma,
todo o tempo,
paixão sem fim.

As minhas SMS

Não há bela sem senão,
Diz o povo e é verdade.
Esta nossa doce paixão,
Faz desejo e ansiedade.

Sinto isso de dentro pra fora,
E logo me ponho a imaginar...
como era bom ter-te agora.
Vem amor, vamo-nos amar.

Páscoa Feliz

A Páscoa não é só chocolate,
Os amigos, a família, as festas,
É muito mais que isso e até...
Coisas mais sérias que estas.

E nós que estamos a crescer,
Só queremos é brincadeira,
Devemos também aprender,
Uma historia verdadeira.

A Páscoa é a passagem,
Daquele que a todos amou,
Por amor e com coragem,
A própria vida nos deixou.

Pregaram-no na cruz,
Depois de o maltratar,
O seu nome é: Jesus,
Nasceu para nos salvar.

Em troca, para Lhe agradar
O que fez por mim e por vós:
Aos outros devemos amar,
Como Ele nos amou a nós.

É tempo de amêndoas e folar,
Agora sabemos o que pensar,
Sempre que alguém nos diz:
-Votos de uma Páscoa feliz.


Poema feito para o meu filho (7 anos) levar para a escola.


As minhas SMS

Adoro pensar no teu corpo,
Me excito ao imaginar-te.
Mas foi pelos teus olhos,
Que eu comecei a amar-te.

Osmose

Ouvia-te calma a respirar.
Deitado na cama sem dormir
Imóvel para não te acordar
O calor do teu corpo a sentir

Mas o sono não chegava
O desejo cada vez maior
O teu corpo quente… ajudava
Sentia-me cada vez pior.

Olhava e tentava no escuro
Tirar tais ideias da mente
Mas estava a ser muito duro
Queria amar-te intensamente

Então ao mudar de posição
Apesar de todo o meu cuidado
Senti-te alterar a respiração
E virares-te para o meu lado

As nossas pernas se tocaram.
Perguntaste se eu dormia
Nossos corpos se encostaram
Sentimos que o desejo fluía

Beijámo-nos suavemente
Depois com sofreguidão
Envolvemo-nos avidamente
Loucos famintos de paixão

Já nada havia a fazer
Só o desejo mandava
Já só importa o prazer
Que cada de nós alcançava

Fazer amor sem limite
Amor e sexo à mistura
Saciar este apetite
De prazer e de loucura

Os nossos corpos unidos
Sem procurar posição
Escorregadios e húmidos
Cheiros a transpiração

Sem perceber fomos traídos
Por esta crescente osmose
Que nos deixa por fim caídos
Quase mortos por overdose

Nem o tempo que passou
Sentimos na realidade
Mas o sabor que ficou
Sacia a nossa ansiedade

É este para nós o renascer,
Sempre de um mdo especial.
Amar assim até morrer
Cada orgasmo "un grand-final".

Meu Sol

Se hoje o Sol nasceu,
nao foi por mim,
... não fui eu.

E se hoje o Sol nasceu,
foi porque sim,
... estava lá eu.

Porque não dormi,
porque estavas ali,
porque olhei para ti,
e por ti, eu sorri.

Se hoje o Sol nasceu,
Não foi lá fora,
... que ele apareceu.

E se hoje o Sol nasceu,
a toda a hora,
... porque ele é meu.

Porque eu te quero,
porque te espero,
porque te venero,
e sou sincero.

Quando te admiro,
quando te digo,
mais que um farol,
Tu és o meu Sol.

As minhas SMS

Quando estou sózinho,
parte de mim adormece,
Sem ter o teu carinho,
Para mim nada acontece.
E também eu nada faço,
enquanto espero a tua vinda,
o teu beijo e o teu abraço,
até ter tua imagem linda.

As minhas SMS

Amar é sentir que vem de dentro,
Este calor, que o meu corpo inunda.
És magma, és núcleo, meu centro,
Da minha vida, és razão profunda.

As minhas SMS

No dia Internacional da Mulher,
A ti esposa quero homenagear,
Continuar a fazer por te merecer,
Por palavras e obras, a te amar.

MULHER

Jamais eu me cansarei
De admirar tua beleza.
Teu olhar sempre terei,
Como minha maior riqueza.
Em cada minuto tu estás,
No coração e na memória
Na vida e na morte ficarás
Parte da minha historia.
Teus lábios desenhados
Pela mão de um pintor
Que em traços tao sagrados
Os desenhou com amor
Teus cabelos que no escuro
reflectem a luz da lua
Qual farol porto seguro
Pra pequeno barco que flutua.
Esse teu corpo tão desejado
Que sempre e mais desejarei
Terá este espaço guardado
mas onde nunca escreverei…
.........
............
..............
................
………………..
………………….
Nao será preciso sentir
Nem tao pouco, preciso tocar
Basta os olhos nao abrir
e o coraçao nunca fechar.
És aguarela da natureza
pintada pela mao de Deus
Mulher nessa tua grandeza
sem igual aos olhos meus.
E até o Sol, que é falado...
ser tao bonito ao nascer,
nasceria envergonhado
se á janela...
te visse aparecer.

As minhas SMS

Tem momentos que me sinto um animal,
incapaz de reconhecer quem lhe quer bem;
Quem dá amor, carinho, sem querer mal;
Se dá de forma inteira e coração também.

A esperança

A esperança alimenta a vida
fazendo-a menos sofrida.
Sem esperança... não amamos,
nao amando... não desejamos,
nao desejando... não vivemos
e nao vivendo... morremos.
Ou quem sabe vegetamos
talvez fingindo viver.


Fingir amar... dar e receber.
a outro homem dar a mão,
na diferença ver um irmão,
a dor do mais fraco sentir
e por ele lutar sem desistir.

Meu amigo... se assim não for,
se tu não vives por amor...
não mereces ocupar espaço.

Aprende a dar um abraço,
Vive no amor e na perseverança
E ao teu lado haverá esperança

Sons das letras

Nem sempre a poesia são palavras
ás vezes pouco mais que sons
letras juntas harmoniosamente
simples conjugação de tons
que nos entram pelos ouvidos
por vezes tão fortemente
outras com tanto prazer
te excitam os sentidos
te penetram docemente.

Será que vou enlouquecer
com tão lindas melodias
que sinto e fico pasmo.
Pára o mundo á minha volta
esqueço a noite e o dia
rejubilo com este orgasmo.

Ânsia, medo, paixão se solta
deste meu peito apertado
desta mente em agonia,
deste corpo exausto a cair.

Sinto em cada verso um grito
um desejo tão sonhado
uma vontade esmagada
dum coração aflito.

Fecho os olhos para ouvir
o som das letras que escrevo
nelas fico aprisionado
por gosto ou necessidade
de me sentir com enlevo
sempre de som rodeado
que acalma esta ansiedade
que me deixa sonhar acordado
que me deixa matar a saudade.