Quando me lembro de ti

Quando me lembro de ti:

Sinto um friozinho na espinha
Dos instantes que passamos
Das coisas que falamos
De tanto te querer só minha

Sempre junto a mim
Os segredos que revelamos
Os desejos que partilhamos
Só nossos até ao fim

Gosto daquele arrepio
Do grito que abafamos
Quando nos abandonamos
Aos nossos corpos com cio

De a cada dia sentir
Que sempre que nos amamos
Os momentos prolongamos
Até mais não conseguir

De cada nova ilusao
Dos sonhos que sonhamos
E depois nos apoiamos
Após uma desilusão

Juntos conseguimos ter
Força para continuarmos
O ideal que sonhámos
O dia-a-dia vencer

Vida de morte

Porque há-de estar contente,
O que escreve o que traz na alma?
Aquele que sonha e que sente?
O poeta não vive a calma!

Vive o seu momento triste,
Em todos e cada um de seu dia,
Olhando que mais nada existe...
Só a sua inolvidável agonia.

Percorrendo cada palmo de chão,
Buscando o outro lado da sorte,
Sem nunca encontrar a razão
Para não ter esperança na morte.

Iludindo a própria existência
Com odes e festejos sem sentido.
Mergulhado no sono da demência
Num lago imundo e fedido.

Quisera ele ter alegria
Que a alma lhe saltasse do peito
Descobrir na vida a euforia
Ser em cada momento um eleito

Mas logo o lodo do lago imundo
Seu corpo e alma arrebataria
Puxando e prendendo-o no fundo
Seu corpo morto não se veja um dia

E nesta luta infame e desigual
Que nos lembra David e Golias
Aquele que escreve tem vida infernal
Por sentir, amar e sonhar todos os dias

As minhas SMS

Sempre que te vi, que te desejei,
mesmo que inconscientemente,
quando te sonhei e algo escrevi,
foi porque eras tu...quem estava na minha mente.

Muitos dias

A cada dia que passa
Aumenta o que sinto por ti
Nada do que já passamos
Tem feito baixar a chama
Que ao longo do tempo arde
Que vamos sempre alimentando
Com o calor de quem ama
Por inteiro não pela metade
Que incendeia com cada beijo
Com um olhar mais cúmplice
A cada toque mais ousado
Que nos lembra momentos íntimos
De um já longo passado
Que em cada instante vive
Que juntos vamos inventando
Sempre com novas surpresas
Que nos fazem sentir diferente
Que sempre rejuvenescem
Não só o físico mas a mente
Que assim não se sente presa
Mas liberta de preconceitos
Procurando em cada momento
A satisfação do ser amado
E sempre acreditar
No luar e não no escuro
Que o amanha vai lá estar
Sempre novo a sonhar
Presente...passado e futuro.

Fazes-me falta

Sinto falta de ti,Sonho em ter-te a cada instante

Falta de ti...Nao sabes como és importante

Sinto...Em cada minuto que passa

Falta de ti...Um vazio que me trespassa

Sinto...Que és tudo o que eu mais quero

Falta de ti...Só por ti eu espero

Sinto...Como nao sinto de mais nada

Falta de ti...Como se nao houvesse mais nada

Sinto...Que me encheste e inundaste a alma

Falta de ti...E desde entao navego a calma

Sinto falta de ti,Como da água ou do ar...
Falta de ti
Só de ti... pra respirar

Pensamento

Se levas a vida sem amar,

melhor era não teres nascido

e o ventre de tua mãe te abortar,

antes de nasceres teres morrido.



Saudade de ti...

A dor que faz esta Saudade,
Que persiste e tão forte,
Que volta sempre que penso,
Que por fim, teve a sua morte.
Saudade das vezes que te não vi,
Saudade dos versos, que te não escrevi
Saudade de ti, que não conheci.
Saudade do que não fizemos juntos,
Saudade dos sonhos, que não me pertencem,
Das vezes que te imagino e te sinto .
Saudade dos olhos teus e dos olhares,
Do silêncio, das palavras, que nunca te disse.
Dos continentes de desejo e mares
Que jorram desse teu corpo, na minha loucura.
Saudade de ti, que me não conheces,
e nunca amaste.
Saudade da dor no peito,
… que perdura.

Escrever n' Areia

Se soubesse escrever era escritor, se soubesse sonhar era poeta, se soubesse mentir... seria politico, publicista, jornalista, etc. Como nao sei fazer nada disso... fiz um blog onde posso escrever na areia... a maré fará desaparecer quase tudo.

Visita e deixa recado.

97CRXZBC7D89