Saudade de ti...

A dor que faz esta Saudade,
Que persiste e tão forte,
Que volta sempre que penso,
Que por fim, teve a sua morte.
Saudade das vezes que te não vi,
Saudade dos versos, que te não escrevi
Saudade de ti, que não conheci.
Saudade do que não fizemos juntos,
Saudade dos sonhos, que não me pertencem,
Das vezes que te imagino e te sinto .
Saudade dos olhos teus e dos olhares,
Do silêncio, das palavras, que nunca te disse.
Dos continentes de desejo e mares
Que jorram desse teu corpo, na minha loucura.
Saudade de ti, que me não conheces,
e nunca amaste.
Saudade da dor no peito,
… que perdura.

4 comentários:

  1. Muito bonito sim!

    Obrigada pela partilha.

    Bjinhos

    Gilda

    ResponderEliminar
  2. Eu que agradeço a tua visita e o comentario lisongeador.
    bj

    ResponderEliminar
  3. O teu poema é simplesmente lindo! Parabéns!

    ResponderEliminar